Tratamentos para ejaculação precoce, quais são as causas?

Como pode ser tratada a ejaculação precoce?

De acordo com a distinção primária ou secundária ejaculação precoce deve ser discutido depois de aconselhamento intensivo, as opções de tratamento. Este é até o momento a única droga aprovada para o tratamento da ejaculação precoce é a dapoxetina, um inibidor da captação de serotonina (ISRS), em muitos estudos, mostrou um bom medicamento para prolongar a prática sexual. Este medicamento deve ser tomado de uma a três horas antes da atividade sexual.

Basicamente, a terapia é o melhor tratamento de longe para tratar a ejaculação precoce, mas como muitas vezes esse método demanda mais tempo e dedicação muitas vezes o paciente acaba que optando pelo método do medicamento, que vai ser mais rápido e mais práticos, só que muitas vezes não é o melhor, tendo em vista que as vezes um medicamento pode trazer riscos ou efeitos colaterais, ou até mesmo uma pior no quadro do paciente depois que ele para de tomar esse medicamento,

Outras drogas, como o uso de inibidores da PDE-5, anestésico local pomadas, opiáceos, etc., são possíveis, os melhores resultados foram com o inibidor da captação de serotonina descrito. Ao mesmo tempo, é necessário apontar no último mencionado opções de tratamento o homem para o fato de que estes medicamentos e aplicações, não são 100% aprovados pela medicina

O Problema para o tema!

A ejaculação precoce é, sem dúvida, um daqueles problemas que podem levar a um sofrimento significativo. Embora seja a mais comum desordem sexual do homem que muitos acreditam ser esse um problema isolado é basicamente o contrário, já que normalmente a ejaculação precoce quando é diagnosticada sempre tem algum motivo por trás.

Quem tem papel muito significativo nisso é o parceiro ou a parceira. Uma vez que é importante para um relacionamento estar definido o que é muito cedo para os dois ou se é uma quantidade de tempo satisfatória para uma relação sexual. Uma vez que a incerteza esta a mostra é mais fácil tratar-la, juntos, isso tem mostrado em diversos casos que esse é o primeiro passo crucial em direção a uma solução. Além disso, esse problema pode ser evitado uma vez que o casal tem um diálogo aberto sobre todas essas questões de sexualidade e prazer, e a pressão fica de fora do relacionamento.

Mas as vezes só a parceria no relacionamento pode não ser a chave, então sempre é importante ter a ajuda te um profissional de saúde quando o problema se repete mais de uma vez e começa a ser frequente na vida do casal mesmo com o diálogo aberto, um aconselhamento profissional é sempre o melhor caminho, manter uma relação aberta com seu urologista e/ou médico de confiança, acarreta em melhor dicas para se resolver esse contratempo de forma eficiente. Lembrando sempre que não há motivos para se envergonhar quando a ejaculação precoce, muitas pessoas passam por isso e ainda vão passar e você não ganha nada escondendo isso dos outros, pelo contrário, você só vai perdendo a oportunidade de ter uma vida sexual alegre e ativa. Então a dica é, dê o primeiro passo que é mais difícil, e vá ser feliz, porque todos nós merecemos ter esse prazer vindo do sexo.